Gravações – 4º dia

A equipe iniciou montando cabos, telas, retroprojetores e câmeras para simular a cena da queda de Alice dentro da toca do Coelho. Uma traquitana para fazer um simulacro onde a sombrista girasse presa a um cabo sustentando-a na estrutura do telhado da sala de ensaio. Outros planos foram usados para criar a ilusão de diferentes pontos de vista durante a queda, incluindo um ventilador para dar a sensação de vento nos cabelos da Alice durante essa longa queda pelo buraco. As sequências seguintes seguiram uma cronologia, com a Alice chegando na sala das portas, o jogo de crescer e diminuir, o encontro com o Chapeleiro Maluco e a perseguição pelo exército da Rainha de Copas. A cena final foi realizada como um laboratório performático, utilizando luzes LED dentro do aparato cenográfico Bolha Luminosa, que é uma criação da Cia Lumbra do ano de 2005 e que serve para várias experiências cênicas com o teatro de sombras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.