Dom Quixote

Foto: Maciel Goelzer

Título original:

El ingenioso hidalgo Don Quixote de La Mancha

Autor:

Miguel de Cervantes
(★ 1547 – † 1616)

País de origem:

Espanha

Local e ano da primeira publicação:

Madri, 1605

Gênero e estilo:

Romance de cavalaria

Sinopse

É a história de um velho, amante da leitura de cavalaria que enlouquece dentro de sua biblioteca e sai, em um velho pangaré, vestido de armadura, desfazendo injustiças, salvando donzelas e combatendo gigantes e dragões criados na sua imaginação. Como todo o cavaleiro, dedica suas aventuras e façanhas para uma donzela amada. No caso de Dom Quixote, inventou uma, de nome Dulcinéia, e passou a fantasiar que ela era a mais bela de todas as damas e princesas dos livros. 

É acompanhado por um simplório lavrador, gorducho e baixinho, de nome Sancho Pança, que concordou em acompanhá-lo em suas andanças, como escudeiro, sob a promessa de receber de presente uma ilha para governar. Foi Sancho que atribui a alcunha de Cavaleiro da Triste Figura, ao seu amo, pelo estado lamentável em que ficou depois de passar por maus bocados, levar surras e viver desventuras. 

Sempre sob a alucinação de que está realmente vivendo na época áurea da cavalaria, passa por situações humilhantes e cômicas, como o caso dos moinhos de vento, em que imaginou que eram gigantes com braços enormes. Dessa forma, viveu várias peripécias delirantes antes de retornar à Mancha, quando chegou bastante debilitado e depois de um longo repouso, acordou de um longo sono e anunciou, antes de morrer, que a loucura o havia deixado, voltando a ser quem era.

Curiosidades

Fotos: Gustavo Türck