As Aventuras de Pinóquio

Foto: Alexandre Fávero

Título original:

Le avventure di Pinocchio. Storia di un burattino

Autor:

Carlo Collodi, pseudônimo de Carlo Lorenzini
(★ 1826 – † 1890)

País de origem:

Itália

Local e ano da primeira publicação:

 Florença, 1881

Gênero e estilo:

Novela romântica fantástica infanto-juvenil

Sinopse

Um pedaço de madeira mágica é presenteado ao carpinteiro Gepeto. Ele fabrica uma marionete chamada Pinóquio. O boneco ganha vida, faz estripulias e se mete em várias confusões. O grande sonho de Pinóquio é ser um menino de verdade. Uma fada lhe diz que isso só é possível se ele for um boneco bom, o que nunca acontecia, por isso ela faz um encantamento no seu nariz que cresce sem parar conforme ele diz mentiras. 

O boneco passa a mentir, desrespeitar Gepeto e acaba se metendo em muita confusão. Não vai na escola e acaba indo parar preso. A fada aparece para salvá-lo da armadilha. Pinóquio foge para o mar em um barquinho. Gepeto vai atrás e os dois acabam sendo engolidos por uma baleia e quase morrem afogados. Criador e criatura salvam-se do mar revolto. Depois de tantas desventuras, Pinóquio entende a importância de ser valente, sincero e generoso, por isso a fada, por merecimento, transforma-o em menino.

Curiosidades

Fotos: Alexandre Fávero (1), Fabiana Bigarella (2 e 3) e Gustavo Türck (4)