Gravações – 2º dia e noite

A cenografia, feita com varais, lençóis, tecidos de diferentes materiais e montada previamente de véspera, foi retocada e afinada para as possibilidades do enquadramento de câmeras com diferentes ângulos de lentes. Após a definição dos planos foi montada e afinada a iluminação, que incluía efeitos, ambientação com velas e retro projeções. O figurino e a maquiagem sobre o rosto do ator completaram essa caracterização do personagem Alonso Quijano. A cena sugere um velho recluso que entorpece-se em leituras obsessivas, absorto com as façanhas de heróicos cavaleiros andantes. Tudo isso para impulsionar essa história e fazer emergir o fidalgo Dom Quixote de La Mancha. Essa sequência terminou no início da noite com um encontro do cavaleiro da triste figura com sua amada imaginária, Dulcinéia. A experimentação com ângulos, tomadas e sobreposições de sombras tornaram essas cenas muito poéticas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.